Depois de anunciarem no dia 31 de outubro/19 o acordo de fusão, hoje quarta-feira 18/12/19 é oficializado. O grupo estima que sejam vendidos quase 9 milhões de carros todos os anos, com uma receita próxima dos US$190 bilhões anuais.

Mais da metade dos modelos serão produzidos sobre somente duas plataformas. A fusão sera de 50/50, o plano é que os acionistas de cada empresa fiquem com 50% novo grupo, que aumentará para 80% após 4 anos e reduzir os custos em US$3,12 bilhões. O Acordo também prevê o não fechamento de fábricas. Lembrando que a PSA adquiriu da GM as marcas Opel e Vauxhall em 2017.

Na parte de gestão, o conselho será formado por 11 membros, 5 da FCA e 5 da PSA. o CEO atual da PSA, Carlos Tavares, estará na mesma posição do novo grupo e também irá compor o conselho diretor.

Antes do acordo com a PSA, a FCA quase fechou um acordo com a Renault para também trabalhar em um acordo de 50/50, porém não foi para frente por "condições políticas".

Será que aqui no Brasil teremos um impacto muito grande? A Fiat é líder de vendas e a PSA está começando a se reerguer como uma marca de qualidade. Daqui uns anos será possível reconhecer peças do Peugeot 208 no Jeep Renegade.

New Love food? Try foodtribe.

Join in

Loading...
Comments (0)
    Loading...
    Loading...
    Loading...
    0
    Loading...