Teriam os caminhoneiros inventado os status de redes sociais?

Resolução CONTRAN Nº 152 DE 29/10/2003 regulamentou as dimensões dos para-choques traseiros dos caminhões.

Dizer que o trânsito do Brasil ainda mata muito, que as estradas são em grande medida precárias e que viajar de carro pode sim ser uma aventura perigosa é “chover no molhado”. Mas também é inegável que avanços foram feitos. Muita coisa melhorou, o país tem estradas ótimas (concentradas e concessionadas, verdade), os veículos são MUITO mais seguros, e evoluiu-se, ainda que muito pouco, em educação no trânsito.

Pois bem. Em nome da segurança, foi aos poucos desaparecendo uma verdadeira instituição cultural das estradas brasileiras: a “Frase de Para-Choque de Caminhão”...

Quem tem mais de 30 lembra. Bastava entrar na estrada. Cada caminhão podia trazer uma surpresa.

Os tempos eram outros. Menos transportadoras e frotas, mais aventureiros e carreteiros. Celular era coisa rara, internet, então... o mundo não era conectado como hoje, e status ou post em rede social era coisa que ninguém tinha. A menos que... você fosse caminhoneiro. Aí, sim. Você teria um caminhão, e uma “folha em branco” no para-choque traseiro. Pronta pra dizer pra todo mundo que te ultrapassasse (em geral, muita gente) “o que você está pensando?”...

Pronto. Da mais melancólica saudade de casa à mais entusiasmada vida na estrada. Tudo declarado no Para-choque. Em frases de efeito. Às vezes com gramática e ortografia peculiares. E, claro, tinha o capítulo das sogras, curiosamente um dos mais visitados (não sei se a distância facilita, né?).

Alguém vai dizer, aquilo era caminhoneiro raiz, hoje é tudo Nutella. É uma cilada, Bino. Segurança SEMPRE em primeiro lugar.

E você? Lembra de alguma que te marcou? Compartilha conosco nos comentários...

New Love food? Try foodtribe.
Loading...
Loading...
Loading...
2
Loading...